As Melhores Jornalistas

Justiça espera registrar cerca de 300 mil armas até o dia 31 de dezembro

Posted on: novembro 11, 2008

Ministério da Justiça lança mais uma campanha publicitária nacional para incentivar o registro gratuito de

Com o tema “Não deixe a ilegalidade fazer mais vitimas”, o principal objetivo da campanha é reduzir o indice de balas perdidas.

Com o tema “Não deixe a ilegalidade fazer mais vítimas”, o principal objetivo da campanha é reduzir o índice de balas perdidas.

armas de fogo. A iniciativa vai estimular também o cidadão a devolver a arma. Com o tema “Não deixe a ilegalidade fazer mais vítimas”, o principal objetivo da campanha é reduzir o índice de balas perdidas. O registro pode ser feito gratuitamente até o dia 31 de dezembro de 2008. Quem devolver a arma receberá uma indenização, que varia entre R$100 a R$300 dependendo das condições da arma e da periculosidade.

Por Fernanda Pinheiro

 

Ministério da Justiça lança mais um

a campanha publicitária nacional para incentivar o registro gratuito de armas de fogo. A iniciativa vai estimular também o cidadão a devolver a arma.

Com o tema “Não deixe a ilegalidade fazer mais vítimas”, o principal objetivo da campanha é reduzir o índice de balas perdidas. O registro pode ser feito gratuitamente até o dia 31 de dezembro de 2008. Quem devolver a arma receberá uma indenização, que varia entre R$100 a R$300 dependendo das condições da arma e da periculosidade.

O policial militar Roberto Gonçalves defende a campanha e acredita que o registro é de fundamental importância para a sociedade. “É necessário um melhor controle, uma maior quantidade de registros, para facilitar a identificação das armas e de seus proprietários”, afirma.

Alguns cidadãos como o policial aposentado Lucas Neiva tem receio de devolver as armas para o estado. Ele teme devolver o revolver calibre 38 à polícia. “Na primeira campanha eu quis devolver, nessa agora também tenho vontade, mas o que dificulta a minha decisão é o possível paradeiro dessas armas, elas podem acabar em péssimas mãos”, confessa. O Ministério da Justiça e a Polícia Federal garantem para a população que as armas serão destruídas no final da campanha.

João Neto* teme represálias e pediu para não ser identificado. Dono de uma arma calibre 38, ele não devolve seu revólver por receio de investigações da polícia. “Uso minha arma exclusivamente para proteção da minha família, tenho medo de ir a uma delegacia e acabar sendo mal interpretado”.

Temendo esse tipo de reação dos portadores de armas ilegais o Ministério da Justiça e a Polícia Federal firmaram um acordo comprometendo-se a não questionarem a origem da arma no ato da devolução, demonstrando maior confiança para a entrega.

O primeiro passo para o recadastramento das armas de fogo é o preencher o formulário do Sinarm (http://www.dpf.gov.br/web/formulario/form_sinarm_requerim.htm ). De posse dos documentos necessários (veja abaixo), o cidadão poderá procurar as Superintendências da Polícia Federal nos estados, as Delegacias descentralizadas do DPF, ou ainda enviar a documentação pelos Correios para a unidade da Polícia Federal mais próxima à sua residência.

Se aprovado em todas as avaliações previstas e comprovado seu legítimo interesse, o cidadão poderá obter o registro da arma de fogo válido por três anos. Após o dia 31 de dezembro quem for pego sem o documento poderá ser preso por posse ou porte ilegal de arma, as penas variam de 1 a 6 anos de prisão.

Os organizadores da campanha estimam a devolução de, aproximadamente, 300 a 500 mil armas. Para pagar as indenizações, o Ministério da Justiça calcula algo em torno de 40 bilhões de reais.

O Ministério lembra ainda que aqueles que forem devolver as armas devem solicitar a Polícia Federal ou então a uma instituição parceira, uma guia de transporte para levá-la até o local onde será entregue.

Anúncios

11 Respostas to "Justiça espera registrar cerca de 300 mil armas até o dia 31 de dezembro"

Como eu registro minha arma?
Gera ulgum custo me mande o site!!

O cadastramento é obrigatório e deve ser feito até 31 de dezembro gratuitamente. Quem não registrar a arma até essa data estará incorrendo em crime, e já a partir de 1º de janeiro de 2010 estará sujeito a prisão por crime inafiançável.
Para quem preferir se desfazer da arma entregando-a a PF, irá receber indenização que varia de R$ 100 a R$ 300, dependendo do tipo e do calibre. Devem obter no site http://www.dpf.gov.br, um registro provisório do armamento em duas vias e se dirigir à unidade da PF munido de original e cópia, ou cópias autenticadas dos seguintes documentos: carteira de identidade, CPF e comprovante de residência, nota fiscal de compra ou documento que comprove a origem lícita da arma, constando suas características e a condição do proprietário.

gostaria de saber o que devo fazer para registrar um espingarda velho de cartucho que eu tenho e so uso para caçar, quero saber o que devo fazer para mim regularizar

Pelo site http://www.dpf.gov.br é possível tirar suas dúvidas e iniciar o processo também…

Após 3 anos terei q recadastra a arma novamente, isto terá algum custo?
Se a arma não tiver mais nenhum documento ” nota fiscal” é possivel recadastrar a mesma sem problemas?

O cadastramento é obrigatório e deve ser feito até 31 de dezembro gratuitamente. Quem não registrar a arma até essa data estará incorrendo em crime, e já a partir de 1º de janeiro de 2010 estará sujeito a prisão por crime inafiançável.
Para quem preferir se desfazer da arma entregando-a a PF, irá receber indenização que varia de R$ 100 a R$ 300, dependendo do tipo e do calibre.
Devem obter no site http://www.dpf.gov.br, um registro provisório do armamento em duas vias e se dirigir à unidade da PF munido de original e cópia, ou cópias autenticadas dos seguintes documentos: carteira de identidade, CPF e comprovante de residência, nota fiscal de compra ou documento que comprove a origem lícita da arma, constando suas características e a condição do proprietário.
Já para os que pretendem optar pela entrega, é necessário que também obtenham pelo mesmo site uma guia de trânsito, e se dirijam com a arma, e munições, se tiverem, a uma das unidades da PF.

Maiores informações pelo site http://www.dpf.gov.br. Nele é possível seguir os passos para regularizar a arma.

Como eu registro minha arma?

O cadastramento é obrigatório e deve ser feito até 31 de dezembro gratuitamente. Quem não registrar a arma até essa data estará incorrendo em crime, e já a partir de 1º de janeiro de 2010 estará sujeito a prisão por crime inafiançável.
Para quem preferir se desfazer da arma entregando-a a PF, irá receber indenização que varia de R$ 100 a R$ 300, dependendo do tipo e do calibre.
Devem obter no site http://www.dpf.gov.br um registro provisório do armamento em duas vias e se dirigir à unidade da PF munido de original e cópia, ou cópias autenticadas dos seguintes documentos: carteira de identidade, CPF e comprovante de residência, nota fiscal de compra ou documento que comprove a origem lícita da arma, constando suas características e a condição do proprietário.
Já para os que pretendem optar pela entrega, é necessário que também obtenham pelo mesmo site uma guia de trânsito, e se dirijam com a arma, e munições, se tiverem, a uma das unidades da PF.

quando eu resistrar minha arma posso andar com ela pra qualquer canto que eu for.

sou policial militar e gostaria de saber se a minha arma for registrada nos correios e a mesma coisa de ser registrada na policia militar? posso andar com ela, ate porque a minha identidade já é o porte.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

novembro 2008
D S T Q Q S S
« out   dez »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Blog Stats

  • 62,562 hits

Flickr Photos

%d blogueiros gostam disto: